21 características de uma alma DESPERTA

Você pode dizer que é por causa de uma mudança global na consciência, um destino óbvio, devido à evolução espiritual, ou o resultado de tempos estranhos, mas, muitas pessoas em todo o mundo estão passando por mudanças pessoais intensas e sentindo uma expansão de consciência. Mudanças pessoais dessa magnitude pode ser difícil de reconhecer e entender, mas aqui estão 21 características do despertar de uma alma, de uma forma “sensível”, ou um “empática”.

1. Estar em locais públicos é, por vezes esmagador. Desde que os nossos muros entre o eu e o outro estão se dissolvendo, não temos realmente aprendido a distinguir entre a energia da outra pessoa e a nossa. Se o humor geral da multidão é semelhante ou negativo, podemos sentir isso de forma aguda, e pode sentir como se retirasse para o nosso próprio espaço privado. Quando tivermos recarregado nossas baterias com a meditação, passar o tempo na natureza, longe de outras pessoas, ou simplesmente sentado em contemplação silenciosa, estamos prontos para estar com as massas novamente. Nos relacionamentos pessoais, muitas vezes vai sentir as emoções de outra pessoa como a nossa. É importante ter presente maior senso de empatia, mas temos de aprender a permitir que as emoções da outra pessoa, respeitando-os e mantendo nossa empatia, mas, percebendo que nem todas as emoções nos pertencem. A influência social podem

Não deixe para amanhã o que você pode mudar hoje!

 

relógio

Você entra às 9h no trabalho, mas tem a seguinte rotina – coloca o despertador para tocar às 7h30, mas atrasa o horário com a função Soneca e só toma coragem de levantar lá pelas 8 horas. O resultado você já sabe – mal consegue tomar um bom café da manhã, chega ao escritório atrasado e ainda corre o risco de cruzar com o chefe pelo corredor te olhando meio torto. Se isso aconteceu mais de uma vez e não apenas às segundas-feiras, por exemplo, temos aí um hábito criado.

Agora pense em quantos maus hábitos criamos ao longo do tempo e que fazem parte da rotina sem ao menos percebermos que se trata de um mau costume. A boa notícia é que tudo isso é criado pelo nosso cérebro e pode ser reprogramado, trocando por hábitos melhores e assim ter mais qualidade de vida.

 O começo de tudo

Tal assunto deu origem ao livro “O poder do Hábito, de Charles Duhigg”.

Charles é repórter investigativo do “New York Times” e com base

Cansado do modo “Stand-by”, em sua vida?

Stand by ou modo de espera é o termo usado para designar o consumo de energia elétrica em modo de espera de vários aparelhos eletrônicos como geladeiras, maquinas de lavar, televisores, rádios, DVDs, consoles de videogames, fornos de micro-ondas, computadores, celulares etc. (fonte Wikipédia)

Até quando irá continuar em modo de espera, para viver o melhor e controlar de verdade, sua vida?

1. Preste Atenção

Quando você tiver que esperar um semáforo abrir, ou na fila do banco, por exemplo, preste atenção. Ao invés de permitir que a sua mente divague pensando sobre o melhor caminho ou possíveis engarrafamentos, ou se o dinheiro para o depósito está bem contado, pare um momento e preste atenção. desligue o som do carro, abaixe o vidro e perceba os carros vindo na outra pista, o senhor de idade fazendo sua caminhada matinal, as árvores dançando ao vento, e o sibilar das folhas, escute os sons dos motores dos outros carros. Você só precisa fazer isto por alguns momentos, e já é um bom começo.

2. Observe

 Na próxima reunião com os amigos, observe o que está acontecendo. Dessa vez por um pouco mais de tempo do que o prestar atenção. Prestar atenção se baseia num gatilho (parar num semáforo, etc). Observação é como assistir um filme no cinema.

Aprenda a contar o máximo com o mínimo.

Essa é uma das lições que Alice vieira aprendeu na sua carreira como jornalista. A escritora portuguesa acredita que sua profissão teve grande influência na forma como ela constrói suas histórias de ficção.

No vídeo abaixo, ela fala da sua visão sobre escrita criativa e dá várias dicas práticas para quem está começando.

Uma reflexão para os aspirantes!

O cientista da alma e sua ciência.

Cientista da Alma = mago

Um magista(mago) é como um cientista e ao mesmo tempo um astronauta, um cientista da Alma, lançando mão de certas ferramentas para atingir o conhecimento necessário à seu intento. Ele estuda exaustivamente o funcionamento do Universo “visível” e “invisível”, interiorizando todas as leis e regras que os regem.

No entanto, algumas leis podem ser simplificadas e entendidas em seu conceito mais básico. O principal desses conceitos básicos é: “Tudo é Mental!”

 Todo o Universo responde à mente do observador. Assim como os físicos quânticos estão verificando atualmente, os Magos há muito já sabem que a realidade se comporta de acordo com a percepção de quem a vê, e não o contrário, como se costuma imaginar. Na prática é como dizer que, se você acorda pela manhã e tem um banheiro perto para você ir escovar os dentes é porque você “espera” ou “escolhe” que este banheiro esteja lá. Se você “esperava” o banheiro e ele não apareceu, talvez você queira fazer um check-up da sua percepção de realidade. Pode ser que o whisky da noite passada o tenha alterado. ;)

Ser um mago é, antes de tudo, assumir-se capaz de alterar a realidade. É ver-se